Onde as palavras só serão lidas por quem as quiser absorver...

terça-feira, 29 de março de 2011

Obrigada por tudo...

Gostava que não me faltassem (agora) as palavras, da mesma forma que nunca me faltou o carinho.
Gostava de conseguir expressa-lo em cada gesto, muito mais do que escrevê-lo.
Mas se assim fosse, não seria eu. E prefiro sê-lo.

Comecei por afirmar que palavras não tenho, e aquelas que tinha parecem agora não se querer apresentar. Tinha tanto para dizer e parece que a timidez tudo me levou.

Cada compasso de espera tenta fazer surgir um mar de letras, um turbilhão de sentimentos... Mas nunca ninguém disse que era fácil expressar por palavras o que nos conta o coração.

Dizer obrigada soa-me a pouco, por todo o carinho e conforto, por todo o acolhimento... Contudo procurar uma outra palavra que expresse o que quero dizer torna-se intolerável. Então tento que o sorriso de quem nos une seja agradecimento suficiente. Tento juntar nele todo o carinho que não só ele me dá (vou acabar por mimá-lo demais, bem sei, é carinho a mais para uma pessoa só). Apenas não consigo expressar de outra forma todo o apoio...



Era bom que as palavras não tivessem ido embora...

4 comentários:

Kiro Menezes disse...

Andaste sumida, lindinha, mas as palavras que fugiram estão dançando ao teu redor!

Lindo post ♥

Bjinhos ^_^•

Fernand's disse...

agradecer é nobre.

R.B.Côvo disse...

Também acho que "obrigado" é pouco. Abraço.

Zandali disse...

opa! visual novo! ficou lindo!
beijoooooo

p.s. sempre é bom agradecer!