Onde as palavras só serão lidas por quem as quiser absorver...

domingo, 12 de outubro de 2008

Ainda é por ti...

Já passou tanto tempo e ainda te tenho tão presente, és o passado mais recente da minha vida e tão ausente te encontras. És quem nunca admiti perder, o primeiro a dizer adeus… É injusto não te ter hoje a meu lado, é injusto teres partido tão cedo, é injusto toda a injustiça que paira sobre mim e que me fez perder-te!
Amei-te sim, e ainda te amo como outrora, sei que te amarei para sempre, pois partis-te enquanto te amava e agora já não me podes magoar, já não há nada que possa quebrar o amor que (ainda) há em mim!
Quando relembro o passado sei que estás sempre presente, foi ao teu lado que me tornei quem sou hoje, sei que terias orgulho em mim… Sinto que tens orgulho em mim pois custa-me admitir que te tenho de conjugar apenas no passado quando estás tão presente…
Farei tudo o que estiver ao meu alcance para nunca te desiludir, nunca mais te darei motivos para chorares por mim, lutarei como sempre me ensinaste a fazer!
Ainda és o meu motivo para sorrir, Diogo @

[15 de Outubro de 1987 – 29 de Junho de 2003]

2 comentários:

Moon Girl disse...

Vi como os teus olhos brilharam enquanto falavas dele <3

Tenho orgulho em te ter como amiga @

Nini disse...

... Mer** U made me cry... =(