Onde as palavras só serão lidas por quem as quiser absorver...

domingo, 13 de julho de 2008

bla bla bla

Sometimes my heart talks and I just hear bla bla bla

bla... bla... bla...

Tu estavas ali, presente como sempre, e ao mesmo tempo distante também. Já quase me habituei a essa contradição... Quase!
Eu estava calada, envolvida nos meus pensamentos, mais perdida do que nunca. Mas não queria saber, queria estar concentrada apenas nos meus pensamentos, infelizmente, concentrada em ti!
Tu vinhas ao longe, eu sabia que só te poderia observar se olhasse para trás. Isso acalmava-me. Não queria ver-te, não queria olhar para ti. Mas mais uma vez senti a tua presença e o meu coração tentou falar, bla bla bla, senti-te mais próximo. No chão já se reflectia a tua sombra. Bla bla bla. Cada vez batia com mais força como se quisesse gritar... bla bla bla. E continua a gritar, eu não oiço nada mais do que bla bla bla mas sei que ele está a gritar. Por te esquecer e por te amar, por te querer e por não te ter.

Um dia serei capaz de ouvir algo mais que bla bla bla?

3 comentários:

Moon Girl disse...

Nem smp podemos seguir o nosso coração :(

<3

Nini disse...

Everytime my heart talks all I hear is your name, you know? Pounding in me as my heart beats because, now, every wounds in it have your name labelled. So as the plasters. But are the plasters strong enough to cure it?

(Escreveste bem no meu braço... Mas falta-te o S no sometimeS... Não consigo evitar as minhas correcções)

Nini disse...

E escrever no braço dele também, não?? =P