Onde as palavras só serão lidas por quem as quiser absorver...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Se eu pudesse… mas (também) não posso.

Um dia gostava de poder contar-te sem qualquer receio aquilo que sinto, aquilo que me magoa e corrói. Gostava de te dizer com todas as letras, a olhar nos teus olhos, o porquê de não poder…
Se eu pudesse… Era tudo mais simples, haveriam sorrisos, as lágrimas secariam, a chuva só caia para pintar o cenário de um filme romântico em que o protagonista beija a mocinha pela primeira vez, a sol brilharia o ano inteiro para poder iluminar os nossos sorrisos… mas isso era se eu pudesse!
Amo-te sabes? Já não sabes, eu sei. Mas amo. Já não to digo, já não deixo transparecer, mas “existe admiração até nas minhas atitudes frias”…Não sei porque (ainda) escrevo. Se calhar quero que saibas e tu não sabes. Quero senti-lo mesmo sem querer. Quero esquecer-te mas esqueço-me de o fazer. Não me quero (tornar a) magoar mas quero voltar para ti. Sou parva… Mas tu gostas assim! <3

2 comentários:

Ninii* disse...

Q giro... A essa hora ontem tavas a flr cmg... E a essa hora ontem eu estava a ser parva...
Mas sabes q mais? A partir de agr vou flr tanto ctg q vais ficar fartinha de mim! =P
Amo-te, sabias?

Moon Girl disse...

Um dia poderá ser tarde, tu sabes q sim ... N te vou dzr mais nd, apenas esperar que esse tal dia chegue se ainda me quiseres na tua vida ...

E sim sou o Teu Bicinho, espero nnc deixar de o ser =')